13.11.06

A Arte da Colagem I


Tenho uma flor cor-de-rosa no meu cabelo
VSatine, 04.07.05


Desde muito cedo me interessei por colagens. Achava piada ao recorte de imagens, depois juntá-las e colá-las de modo a formar com várias partes um novo todo por mim imaginado. A arte da colagem é simples e basta ter: imaginação, criatividade, revistas, postais, jornais ou outro qualquer tipo de papel, tesouras, x-acto e cola. Os trabalhos feitos com colagens podem resultar em: postais, quadros ou caixas decorativas - só para dar alguns exemplos.

No meu caso pessoal depois de fazer colagens em folhas soltas (normalmente lisas) ou cartolinas, passei a usar também um Scrapbook (este quadriculado por ser dos poucos sem argolas que encontrei), onde vou fazendo as minhas composições de colagens. Por hábito costumo depois digitaliza-las e edita-las de modo a melhora-las. Faço também regularmente o upload desses trabalhos na minha página do Deviantart onde passam a integrar a minha galeria pessoal. Dois desses trabalhos serão ofertas para este Natal:





The Art of Reading
VSatine, 10.07.05




O Espectador
VSatine, 10.07.05



Há alguns sites de colagens que visito com alguma regularidade onde é possível ver alguns trabalhos bem imaginativos e criativos de algumas pessoas que se dedicam a esta arte. Deixo aqui três deles cuja visita vivamente aconselho:

Collage Art
Collage Mania
Scrapatorium

1 comment:

Eduardo Henriques said...

Colagem de milhares de moedas a falhar de história
Arte com moedas
A maior colecção do mundo de painéis feitos com moedas
Os meus melhores cumprimentos a todos
Sempre gostei de moedas, e como tinha muitas, lembrei-me de as utilizar numa obra que recorda-se os descobrimentos dos grandes navegadores Portugueses. A moeda, vem realçar nesta obra, o valor que foi o navegar destes valentes ao mundo todo.
Trabalho inédito construído com moedas de praticamente todo o mundo. Aplicadas pelo sistema de colagem sobre pintura a óleo. Três dos painéis já foram galardoados pelo Guinness Book of Records.
Esta obra, é um hino ao Portugal que deu mundo ao mundo.
Infelizmente está arrecadada num armazém. Calada, fechada. Como se Portugal, tivesse medo de mostrar a sua antiga grandeza.
Ou o proteccionismo e compadrio somente favorece os grandes.
Neste Portugal, aonde toda a gente parece viver com medo..
No entanto, mesmo contra os actuais maus ventos, eu continuo na procura de um lugar para expor este trabalho.
Fotos podem ser vistas em: www.portugalaomundo.pt.vu
Com os meus melhores cumprimentos
Eduardo Henriques